Login
Teatro sem vergonha: jovens, oficinas estéticas e mudanças nas imagens de si mesmo
Résumé A importância da arte para o desenvolvimento humano e para a produção de mudanças nos
modos de viver e de avaliar a realidade vem sendo cada vez mais reconhecida. Considerando a frequente
utilização de atividades artísticas como meio e forma de intervenção no trabalho com jovens, objetivou-se,
nesta pesquisa-intervenção, problematizar a potencialidade dessas atividades para a modificação da imagem
de si mesmo que jovens apresentam. Uma oficina de improvisação teatral oferecida a jovens residentes
em uma região periférica da cidade de Florianópolis, SC consistiu no lócus da pesquisa. Todas as oficinas
foram filmadas, e foram coletadas informações com cinco jovens do sexo feminino por meio de entrevistas
realizadas em dois momentos: no decorrer das primeiras semanas do curso e três meses após o seu término.
Constatou-se que a oficina de improvisação teatral possibilitou, por um lado, expressar, apreciar e transformar
os afetos e as vivências das jovens participantes; por outro lado, fez com que a arte de (re)criar estimulasse
o diálogo entre as jovens participantes, pois promoveu caminhos e desafios diversos em relação ao (re)criar
no exercício teatral e ao estar com um outro.
   
Mots-clés Theatre; Youth; Image; Creative workshop.
   
Citation Levitan, D. (2011). Teatro sem vergonha: jovens, oficinas estéticas e mudanças nas imagens de si mesmo. Psicologia: Ciência e Profissão, 31(1), 66-79.
   
Type Article de périodique (Autre)
Date de publication 1-2011
Nom du périodique Psicologia: Ciência e Profissão
Volume 31
Numéro 1
Pages 66-79